Rede Nacional de Intercessão - A inconstância na vida de oração pessoal

altOrar é talvez uma das práticas bíblicas mais simples que Deus nos deu. Não há grandes segredos para se ter uma boa vida de oração. No entanto, nem sempre o mais simples é o mais fácil. Temos visto em nossa sociedade um distanciamento cada vez maior das pessoas com a prática da oração pessoal, o que faz com que as pessoas também experimentem um distanciamento cada vez maior de Deus.

Para que possamos ter uma vida de maior comunhão com Deus através da oração, vamos procurar elencar alguns dos maiores inimigos da vida de oração e buscar soluções para superá-los.

Inimigo 1 – O tempo

O tempo tem sido apontado por muitos como o grande culpado pelo fracasso em suas vidas de oração. “Falta-me tempo” é uma frase muito repetida por aqueles que não conseguem ter uma vida de oração satisfatória. Sabemos que um dos maiores trunfos do inimigo é nos manter bem ocupados para que o tempo para Deus nos falte. E é justamente isso que tem acontecido com muitas pessoas. Não conseguem separar um tempo para dedicar ao Senhor, à vida de oração, pois estão com seu tempo totalmente preso em outras prioridades de suas vidas. 

Qual a solução para isso?

A solução não passa por um caminho fácil. É preciso rever prioridades na agenda. O tempo é matemática pura. Assim, não há outra forma, senão fazer ajustes e cortes, trazendo a vida de oração como uma prioridade de vida. Talvez precise dormir menos, ou trabalhar menos, fazer menos horas extras, ou quem sabe diminuir o tempo dos passeios, da TV e da Internet. A análise é pessoal. Um alerta: Você só conseguirá ter tempo para orar se realmente a vida de oração for importante para você; se não for, você fracassará.

Inimigo 2 – O espaço

Espaço é o seu lugar de oração. Vencida a fase de conseguir tempo para orar, costuma aparecer o problema do espaço. Isso acontece porque em nossa sociedade viramos escravos da falta de espaço para o silêncio e a meditação, a falta de espaço para Deus. É difícil achar um momento e um lugar de silêncio, de paz para orar. Em todos os lugares existe barulho e certo tipo de incômodo. Existem casas que têm TVs, computadores e sons ligados em quase todos os cômodos! Parece que as casas modernas foram projetadas para não comportar os momentos de comunhão com Deus. 

Qual a solução para isso?

A solução passa pela criatividade. É preciso criar esse lugar de oração. Não é algo fácil, principalmente para quem tem família grande. Mas é preciso! Estude o melhor horário para usar algum lugar que você tenha à disposição. Avise sua família, peça colaboração, exponha o seu desejo de ter um momento a sós com Deus. Às vezes não temos escolha, precisaremos apelar para a paz das madrugadas. Você precisará achar esse lugar, pois ele é necessário para sua vida de oração! Use a criatividade como você a usa para tantas outras coisas que acha importante.

Inimigo 3 – O “eu”

Vencidos os dois primeiros inimigos, costumamos nos deparar com o nosso próprio “eu”. Isso porque não estamos muito acostumados a acalmar o nosso coração e vivermos um tempo de oração de qualidade. A agitação, a falta de vontade, a preguiça costumam ser alguns dos inimigos que se levantam do nosso próprio ser. Ficamos sem assunto, incomodados com o silêncio, com sono. Muitos não suportam esse momento de quietude e coração descoberto diante de Deus. A nossa “carne” pecaminosa muitas vezes se levanta contra esse restabelecimento da comunhão com o Pai através da oração. 

Qual a solução para isso?

Hábito e comunhão! Enquanto Deus permanece como um desconhecido pelo fato de termos pouco contato com Ele, esse incômodo será muito evidente. Aos poucos Deus vira um dos nossos melhores amigos. E o encontro de oração com Ele se torna um dos momentos mais esperados. Lute contra si mesmo. Tudo que se levanta contra uma vida de oração e comunhão com Deus não vem de Deus, vem dos nossos inimigos! Por isso, fique atento e peça força a Deus para lidar consigo mesmo.

Para vencermos a inconstância na vida de oração propomos os seguintes passos:

1º. Procure dedicar um pouco de tempo, ainda bem cedo, todos os dias, para orar e meditar na Palavra de Deus. Quanto mais cedo melhor. Defina inicialmente cinco minutos para a sua oração pessoal, mas faça isso com disciplina e procure ser fiel a este tempo. Se você for fiel e disciplinado, aos poucos vai crescendo na alma o gosto pela oração.

2º. Crie o hábito de orar diariamente sem interrupções – ore todos os dias na hora e no tempo definidos por você.

3º. Deixe de formalidade e permita que a oração seja uma conversa simples com Deus. Em sua oração pessoal seja o mais natural possível e fale com Deus tudo o que está em seus pensamentos e preocupações. Nos primeiros dias não se preocupe com a fórmula da oração, apenas ore espontaneamente.

4º. Reserve um tempo durante a sua oração pessoal para ouvir o Senhor e crie o hábito de anotar aquilo que o Espírito Santo inspirou em seu coração.

5º. Amplie o tempo da sua oração pessoal somente quando sentir o desejo na alma, mas vá aumentando aos poucos. Lembre-se que o importante é manter a fidelidade em orar todos os dias na hora marcada. (Fonte: esbocancoideias.com)

Deus os abençoe!

Núcleo Nacional do Ministério de Intercessão

 

INTENÇÕES PARA ESTE MÊS

1.    Para que cesse a violência no Brasil e no mundo.

2.    Pela unidade entre todos os membros da RCC do Brasil.

3.    Pelo Encontro Nacional de Formação – ENF nos dias 21 a 25/01/15 em Aparecida/SP.

4.    Pela Reunião do Conselho Nacional nos dias 18 a 21/01/15 em Aparecida/SP.

5.    Pela Reunião de Oração do seu Grupo de Oração (pelo pregador, dirigente, músicos e demais servos e pelas pessoas que participam da Reunião de Oração).

6.    Pelos Grupos de Oração na sua Diocese, no seu Estado e no Brasil.

7.    Pelos Ministérios da RCC no seu Grupo de Oração, Diocese, Estado e no Brasil.

8.    Pelas necessidades espirituais e financeiras dos escritórios diocesano, estadual e nacional da RCC.

9.    Pelos projetos da RCC na Diocese, no Estado, no Brasil na América Latina e no Mundo.

10.  Pelos eventos de evangelização da RCC no seu Grupo de Oração, na sua Diocese, no seu Estado e no Brasil.

11.  Pela Reunião dos Conselhos Diocesano, Estadual e Nacional neste ano.

12.  Pelas coordenações do seu Grupo de Oração, da RCC na sua Diocese, no seu Estado e no Brasil (Coordenadora Nacional: Katia Roldi Zavaris e sua família).

13.  Pela Santa Igreja, pelo Santo Padre, o Papa Francisco, pelo seu Bispo diocesano, pelos Sacerdotes, Diáconos, Religiosos e Religiosas e pelos Seminaristas.

14.  Pelas casas de missão da RCCBRASIL e pelos missionários e missionárias.

15.  Pela construção da Sede Nacional da RCC do Brasil e pelos seus colaboradores.

16.  Para que todos os membros da RCC do Brasil se abram para a moção da Reconstrução.

 


Todas as notícias Intercessão

RCCShop