Maria nos ensina a ir ao encontro do próximo apressadamente

alt

O último dia do Encontro Nacional de Formação foi iniciado com uma convocação às vocações. Neste domingo, no palco estavam presentes padres, seminaristas e freiras que animaram os participantes e levaram todo o povo a rezar pelas suas próprias vocações e pelas vocações que a Igreja necessita.

Durante este momento de oração também estava presente Vânia Trindade (Coordenadora Estadual do Amazonas) e lembrou que é preciso que tenhamos amor pelos nossos coordenadores e servos da nossa Diocese, disse que é chegada a hora da mudança. “Há muitos servos perdidos porque estão pensando como irão levar tudo isso para sua realidade, mas não precisamos nos preocupar porque a graça que você está recebendo aqui, Deus está agindo lá também” concluiu.

Em seguida, Kédina Rodrigues, secretária geral do Conselho Nacional da RCC, pregou o tema “Maria, a mãe dos pés ligeiros” , com a passagem de Lucas, capítulo 01,  versículos de 39 a 41. Kédina ressaltou que Maria é fonte de inspiração porque ela reúne escuta, acolhimento e missão e por isso, devemos tê-la como exemplo. Ao receber a notícia de que sua prima Izabel também estava grávida, Maria não hesitou em ir ao encontro dela, não por curiosidade, mas sim porque estava entusiasmada, cheia do Espírito Santo e não se preocupou com o deslocamento da viagem. “Aquele que é fecundado pelo Espírito Santo corre apressadamente ao encontro do outro em missão”. Foi ressaltada também a importância de estar próximos um do outro porque muitas vezes não aguentamos estar tão perto das diferenças e misérias do próximo porque algo nele nos incomoda. “Almas às vezes passarão por você apenas uma vez para ouvir a sua saudação para ficar cheios do Espírito Santo”.

Chegando a conclusão da pregação, Kédina lembrou que o local para onde Maria foi é montanhoso e Jesus também quer nos levar às regiões montanhosas da nossa existência e da existência do outro. “Que saiamos daqui vários homens e mulheres impelidos pelo Espírito e que vão ao encontro do outro”. A passagem de Sofonias, capítulo 03, e versículo 15: “O Senhor afastou os teus juízos, exterminou o teu inimigo; o Senhor, o rei de Israel, está no meio de ti; tu não verás mais mal algum”, assim  iniciou o momento de oração em que todos os participantes puderam colocar nas mãos de Deus os medos e atitudes a serem tomadas durante a missão. Este momento foi encerrado com os participantes de mãos dadas cantando “Eu vou e quem me impedirá? Se ao meu lado está o autor da minha fé. Eu vou! A força Ele me dá, coragem pra enfrentar o que vier. Eu vou e crendo levarei a salvação aos meus, à minha família. E já não importa o grau a que eu cheguei Eu vou seguir decididamente o amado rei”. 


Leia mais sobre Eventos nacionais