Rio acolhe I Conferência Internacional de Louvor e Adoração Somos Um

alt

Um encontro para fortalecer as bases de relacionamento para um caminho ecumênico, saudável e profético. Este é o objetivo da I Conferência Internacional de Louvor e Adoração Somos Um, que acontece de 3 a 6 de agosto na Cidade das Artes, Barra da Tijuca.

O encontro, que faz parte da agenda oficial da arquidiocese do Rio de Janeiro, espera reunir mil pessoas “entre lideranças e povo de Deus”, como conta o fundador da Comunidade Coração Novo e responsável pelo evento, Izaías de Souza Carneiro.

O dirigente também destaca que o momento é especial por meditar os 500 anos da Reforma Protestante, bem como os 50 anos da Renovação Carismática Católica no mundo. É momento de testemunhar o amor de Deus a partir do ecumenismo espiritual. “O ecumenismo espiritual, sobretudo, se sustenta na base dos relacionamentos, da amizade. Então, dos dias 3 a 6 será um tempo favorável que esta liderança possa conviver”, prossegue.

A Conferência é promovida pela Comunidade Coração Novo, com a bênção do cardeal arcebispo da arquidiocese de São Sebastião, do Rio de Janeiro, dom Orani João Tempesta. Também tem como apoiadora a Comissão Arquidiocesana, para o diálogo ecumênico e inter-religioso, cujo responsável é o bispo auxiliar, dom Roque Costa Souza. Ainda, o padre Douglas Pinheiro Lima, da diocese de Osasco, é orientador da iniciativa. “A gente já começa um projeto de comunhão mesmo antes da Conferência acontecer”, reflete Izaías.

O encontro acontece em duas partes. De 3 a 4 de agosto é voltado aos líderes. “A gente pretende aproximar esta liderança, para estabelecer vínculos cada vez mais fortes de unidade, em função dos passos que podem ser dados nas suas Igrejas particulares”, explica o organizador. Já os dias 5 e 6 são abertos ao grande público. “Nós queremos convidar de maneira particular aqueles irmãos que são líderes dos Grupos de Oração da Renovação Carismática, onde muitos evangélicos se sentem à vontade para participar. Porque queremos que esses irmãos – que são coordenadores de Grupo, que fazem parte de núcleos de Grupos de Oração, saibam qual é o ponto de comunhão, qual é o ponto de unidade do qual o papa Francisco tem falado tanto. Orar juntos, fazer a refeição juntos, ler a Palavra juntos. Nisso a gente já pode viver a unidade”.

O projeto já está na sexta edição, porém, reunirá pela primeira vez lideranças nacionais e internacionais. A programação contará com nomes como o do pastor norte-americano, Mike Herron, e do representante da Comissão Episcopal e Pastoral para o diálogo ecumênico e inter-religioso da CNBB, padre Dr. Marcial Maçaneiro. Serão experiências em painéis, pregações, louvor e adoração. “A Conferência não termina em si mesma. Ela é uma desculpa de Deus para que a gente possa favorecer o encontro de iniciativas ecumênicas que já existem pelo Brasil”, finaliza Izaías.

Quem quiser participar, deve se inscrever clicando aqui, no site oficial do evento. No endereço também há mais informações.

 

Fonte: Rádio Vaticano / RCC Rio de Janeiro

 

 


Leia mais sobre Eventos nacionais