Retiro Internacional de Sacerdotes acontece na Colômbia

alt

Está acontecendo na Casa de Retiros Citadela de Jesus, em La Ceja (Colômbia), o Retiro Internacional de Sacerdotes promovido pelo Conselho Latino-americano da RCC (CONCCLAT).

Em sua mensagem de boas-vindas, Mons. Fidel Leónidas Cadavid Marín, Bispo de Sonson-Rionegro, nomeou o retiro como um "gesto de profunda eclesialidade oferecer como evento comemorativo em suas Bodas de Ouro o Retiro Internacional de Sacerdotes."

O Retiro teve início com a celebração da Santa Missa, as 17h do dia 21/08 (segunda-feira) e segue até o dia 24 (quinta-feira). Entre os pregadores estão Pe. Hugo Estrada, D. Josep Malagreca, Pe. Darío Betancurt. Estão presentes cerca de 400 sacerdotes e 8 bispos de toda a América Latina, além dos membros do CONCCLAT. 

A delegação brasileira está composta de 8 pessoas: A presidente do Conselho Nacional da RCC do Brasil, Katia Roldi Zavaris, Pe. Heldeir Gomes Carneiro (coordenador nacional do Ministério Cristo Sacerdote), padres Hélder e Jones (do estado do Espírito Santo), Tiago (Tocantins), Cláudio Peters (Santa Catarina), Alexandre (São Paulo) e Clayton (Pará). alt

As atividades do segundo dia do evento (22) foram bem intensas. No início, as 7 horas houve um momento de Adoração ao Santíssimo Sacramento e, em seguida, a Oração das Laudes. Logo após,  Pe. Hugo Estrada proferiu a primeira Conferência. Em seguida, foi conduzido um Ato Penitencial, com um profundo momento de oração de perdão e confissão sacramental. Na parte da tarde, D. Malagreca proferiu a segunda Conferência. Em suas palavras, através de seu testemunho, ele contou sua experiência com o dom de línguas: "Tive uma forte  experiência com o dom de Línguas: não sou eu quem ora, mas é Deus quem ora em mim." Ele ainda destacou a importância da oração pessoal: "O primeiro e último passo da oração pessoal é louvar a Deus." Para encerrar sua pregação, ele destacou três sentimentos presentes no coração do Sacerdote: amargura, desespero e misericórdia.alt

Na programação estava previsto um Momento Mariano, que foi conduzido pelo Bispo D. Han Lim Moom (bispo da Diocese de San Martin, na Argentina) que contou seu testemunho pessoal em sua vocação, destacando a importância da intercessão de Nossa Senhora nesse processo. Ele partilhou alguns pontos muito importantes: a companhia feminina da Virgem Maria; a necessidade do rosário; a importância do sacerdote ter um diretor espiritual e a necessidade de descansar em Deus.

A tarde foi encerrada com a Celebração da Eucaristia, presidida por D. Han Lim Moom. O bispo iniciou sua homilia com um questionamento: "Todos supõem que estamos cheios do Espírito Santo. Para saber se é verdade, temos que ver se estamos realmente cheios de Cristo, a ponto de falar de Cristo. Temos vontade de subir a montanha para gritar: Jesus Cristo é o Senhor?"alt

Logo após a oração pós-comunhão, D. Han partilhou que os bispos eméritos da Argentina fizeram um encontro de partilha. Em três dias, falaram a respeito da solidão que os atinge, mostrando a necessidade de um cuidar do outro, sejam bispos, sacerdotes ou leigos.


Leia mais sobre Notícias