Os arquivos de javascript não puderam ser carregados.
logo
Olá seja bem-vindo! | Domingo, 26 de Outubro de 2014
 

/ Intercessão /



Publicado no dia 03/10/2011 | 14:28:49

Rede Nacional de Intercessão - Outubro de 2011

COMO É A ATUAÇÃO DO MINISTÉRIO DE INTERCESSÃO NO GRUPO DE ORAÇÃO?

Desenvolvimento da Reunião da Intercessão

Sendo participantes do Grupo de Oração, os intercessores devem fazer a reunião do ministério de intercessão, em outro momento, de preferência num dia da semana diferente do grupo.

Os membros do grupo de intercessão devem preparar-se antes de ir para a intercessão na oração pessoal, por alguma forma de jejum, meditação do terço, devoções pessoais etc.

O local pode ser numa capela, na casa de um intercessor ou numa sala da paróquia. Não há exigência que seja diante do sacrário. O critério de discernimento deve ser a privacidade e a liberdade no Espírito que os intercessores terão no lugar escolhido.

Na reunião da intercessão, sugere-se que no início se faça a oração de São Miguel Arcanjo, ore-se o Magnificat (cf. Lc 1,46-55), cântico de libertação, pedindo a proteção de Maria Santíssima como mãe e intercessora; a armadura do Cristão (cf. Ef 6,10-17), pedir o dom da humildade (cf. 2 Cor 10,4-5), a proteção do Sangue de Jesus sobre nós, nossas casas, famílias, trabalhos, etc (cf. 1 Pd 1,18-19; Rm 5,9). Ressaltamos, contudo que essas orações não são “fórmulas mágicas”, devendo ocupar um breve tempo inicial da reunião, e que só terão eficácia se todos os intercessores estiverem abertos e sendo movidos pelo Espírito Santo de Deus.

Faz-se então um breve momento com oração de perdão individual e orando-se uns pelos outros, para que sejamos um canal sem obstruções.

A intercessão é uma oração de batalha espiritual, por isso todos precisam do sustento da oração uns dos outros. Mesmo durante a semana podemos recorrer uns ao outros para participar e orar por alguma necessidade pessoal, mas deve ficar bem claro que ao iniciar o grupo de intercessão, os interesses pessoais e preocupações ficam de fora, porque nossa prioridade é prestar um serviço aos irmãos. O nosso enfoque passa a ser o Grupo de Oração, as intenções da Rede Nacional de Intercessão e os pedidos da caixinha de pedidos da Reunião de Oração.

Depois dessas orações iniciais faz-se um grande louvor, ora-se em línguas com manifestação dos carismas (dom do discernimento, palavra de sabedoria, palavra de ciência, visualizações etc.), que são utilizados durante toda a extensão da reunião.

Devemos pedir ao Espírito Santo a maneira como devemos orar por cada situação, exercendo a intercessão profética. Muitas vezes somos movidos pelo Espírito a fazer jejum, rezar o rosário em casa ou naquele momento fazermos uma intercessão de concórdia. A palavra de ciência ajuda-nos a orar pela causa de alguma situação ou enfermidade. Para isso é preciso fazer silêncio e escuta depois do momento de louvor ou da oração em línguas.

A Bíblia deve ser usada como referência para a oração e para algumas confirmações, quanto aos discernimentos. É importante a intercessão ter um caderno com o histórico do que o Senhor está falando.

Não é papel da intercessão discernir o andamento do grupo de oração, ao qual pertence, mas sim suplicar e orar pelas necessidades dos participantes do grupo. O núcleo é o intercessor principal de si mesmo e é quem discerne como será o andamento do Grupo de Oração.

As orações da equipe de intercessão deverão ser inspiradas pelo Espírito Santo, usando-se os dons necessários às realidades dos pedidos, principalmente o dom de línguas. Assim é possível fazer oração por cura, libertação, súplicas, clamor, saturação, conforme a inspiração do Espírito Santo para a pessoa ou situação apresentada.

Quando várias pessoas se unem num só espírito e num só coração, há ordem e harmonia e a eficácia da intercessão se faz sentir conforme o equilíbrio que a reunião for sendo conduzida. Deve-se procurar evitar que uma única pessoa monopolize ou queira impor seu discernimento aos demais.

A reunião da intercessão deve terminar com louvores e orações de ação de graças, crendo que todas as orações já chegaram diante do trono. Os intercessores devem também colocar aos pés da cruz de Jesus todas as dificuldades, fardos e situações que foram apresentadas naquele dia. O intercessor não leva o fardo dos outros para casa.

O tempo de duração da reunião da intercessão deve ser entre uma hora e meia e duas horas.

Freqüência à Reunião da Intercessão

Assim como nas reuniões do Grupo de Oração, os intercessores não devem faltar também às reuniões da intercessão. O dia e a hora do grupo de intercessão devem ser respeitados e levados a sério. A intercessão é um ministério de vida, a pessoa continua a interceder mesmo fora das reuniões, em sua vida diária, em meio aos afazeres. Se um servo, mesmo sendo bom intercessor, tem dificuldades em frequentar a reunião do Grupo de Oração e/ou a reunião da intercessão, ele não deve continuar como servo do grupo.

Naturalmente doenças, viagens, prioridades de estado (família, estudos) fazem parte da vida dos intercessores, acarretando por vezes ausências que não podem ser vistas como infidelidade à aliança, contudo se fizer necessário uma ausência prolongada, deve-se pedir licença da equipe. Nesses casos deve-se buscar auxílio para o discernimento tanto para o afastamento quanto para o retorno.

Para exercer um ministério (serviço), o Senhor sempre dá condições e vai capacitando o servo para exercê-lo.

Núcleo Nacional de Intercessão RCCBRASIL

 

INTENÇÕES PARA ESTE MÊS

1. Pelo Santo Padre, o Papa Bento XVI, pelos bispos, sacerdotes, diáconos e religiosos (as), pelos seminaristas, para que neste período de formação sintam seu chamado confirmado;

2. Pelo Presidente da Renovação Carismática Católica, Marcos Volcan. Pela unidade da RCC em todo Brasil, estados, Grupos de Oração, equipes de serviço e núcleos e com as diversas expressões carismáticas;

3. Pelo Serviço Internacional da RCC (ICCRS) prestado por seus membros e pelo Conselho Latino-Americano (CONCCLAT), para que o Espírito Santo dirija os projetos e orientações do nosso movimento;

4. Pelos Programas de TV da RCC: na Canção Nova – Celebrando Pentecostes - e Renovação em Ação, na TV Século 21. Pelo Portal da RCC na Internet;

5. Pela construção de nossa Sede Nacional e por todos os que colaboram com esta construção.

6. Pelos pregadores, pelos servos e pelos membros da comissão organizadora do Encontro Nacional Católico para Magistrados, Membros dos Ministério Público e suas famílias, que ocorrerá na Canção Nova, nos dias 04 a 06 de novembro.

7. Pelo Encontro Mundial de Jovens e do Ministério para as Crianças e pelo Congresso Nacional da RCC que será realizado em Foz do Iguaçu em julho de 2012.

8. Pelos funcionários e pelas necessidades do Escritório Nacional e pelas casas de missão da RCCBRASIL.

9. Pelos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, para que objetivem os valores cristãos e respeito à vida desde sua concepção, nas tomadas de decisão.





Ver mais [+]




RCC Brasil 2005-2010 © Todos os direitos reservados  -  Escritório Administrativo da RCC do Brasil