O Senhorio de Jesus – A manifestação Dele na minha vida.

 

"Ao atribuir a Jesus o título divino de Senhor, as primeiras confissões de fé da Igreja afirmam, desde o início, que o poder, a honra e a glória devidos a Deus Pai cabem também a Jesus, por ser Ele “de condição divina" (Fl 2,6) e ter o Pai manifestado esta soberania de Jesus ressuscitando-o dos mortos e exaltando-o em sua glória" (CIC §449).

Se tivermos Jesus como Senhor de nossas vidas, devemos estar dispostos a deixá-Lo no comando, modificando nossos conceitos e atitudes. Jesus só pode assumir o comando, se permitirmos que Ele torne-se dono e Senhor da nossa vida, e que tenhamos o desejo de sermos guiados por Ele.

A partir do momento que deixamos TUDO nas mãos do Senhor, começamos a experimentar a vontade de Deus para nossa vida, e sentirmos a necessidade de sermos cada vez mais dependentes Dele.Foi assim com os Apóstolos, eles tinham a necessidade de sempre estar com o Mestre.

Jesus está conosco, temos a certeza de que Ele está no meio de nós, mas precisamos continuamente fazer com que Ele esteja, e isto pode acontecer através de nossas ações. Cada gesto, cada sentimento deve ser reflexo do amor de Deus. É Jesus que está no irmão que muitas vezes estende a mão pedindo a nossa ajuda. Precisamos enxergá-Lo nos irmãos e amar com o mesmo amor que somos amados pelo Senhor.

Jesus está no meio de nós em todas as Santas Missas, onde se fez alimento para a nossa alma. Ele está no coração de quem O comunga; nesse momento somos verdadeiros Sacrários do Senhor.
Essa graça de Jesus em meio a nós tem me feito lutar com todas as forças para que a Cultura de Pentecostes se realize plenamente em nossos dias, no meu Grupo de Oração, na paróquia, no GO, nas casas todas as semanas, nos encontros.

Em nossos dias Deus tem se mostrado com prodígios e milagres. No começo de dezembro do ano passado estive em Marabá/PA, e encontrei a Dona Maria dos Remédios contando, emocionada, seu testemunho: após 17 anos afastada da Igreja e, freqüentando outros caminhos, certo dia, assistindo ao Programa Celebrando Pentecostes, foi batizada no Espírito e liberta de muitos males físicos e espirituais. Voltou a freqüentar a igreja e servir a Deus. Para Deus não há distâncias e tudo é possível para aquele que crê (Mc 9,23), Glória a Deus!

Outro testemunho é de Cascavel/PR. Em novembro, também de 2008, na Catedral, uma senhora no final do encontro parecia uma criança, de tanta alegria, depois de muitos anos totalmente surda, voltou a ouvir após a oração da efusão do Espírito. Glória a Deus!

Testemunhos de milagres, curas e libertações têm chegado até nós freqüentemente, verdadeiramente Deus está no meio de nós! Precisamos com toda a nossa vida, como Semeadores da Cultura de Pentecostes, Apóstolos e Apóstolas do Espírito proclamar que Jesus Cristo é o Senhor de nossa vida, de nossa religião e toda a nação. Amém! Aleluia! Deus te abençoe nesta missão.

Por Ironi Spuldaro


Leia mais sobre Formação