Adoremos o Cristo Crucificado

alt

Na sexta-feira santa, recordamos a Paixão e Morte de Jesus. Dia santo em que, de forma mais intensa e profunda, adoramos Cristo pregado na Cruz, nós adoramos o Senhor Jesus Cristo e O bendizemos porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo.

Depois de tanto amar, anunciar o Reino de Deus, realizar curas, milagres e prodígios por toda a Judeia e Galileia, Jesus caminha em direção ao calvário para manifestar de forma plena o amor de Deus. O final de sua vida terrena alcança o ponto mais elevado. É na Gólgota que Cristo realiza sua doação total e revela Seu amor sem medida.

Hoje é um dia de muita oração, adoração, reflexão, jejum e de gratidão a Deus que nos lavou de todas as impurezas que nos afastavam Dele. Cristo morreu por amor a nós e “Era necessário (cf. Lc 24, 26) que Cristo entrasse nesta obediência e nesta impotência, para nos alcançar na impotência a que nos reduziu a nossa desobediência” (Papa Francisco).

Não temos nenhum merecimento por tamanho amor Deus e, mesmo assim, Cristo deu toda a sua vida por nós: ‘Entregando o seu Filho pelos nossos pecados, Deus manifesta que o seu plano sobre nós é um desígnio de amor benevolente, independente de qualquer mérito da nossa parte: “Nisto consiste o amor: não fomos nós que amamos a Deus, foi Deus que nos amou e enviou o seu Filho como vítima de expiação pelos nossos pecados” (1 Jo 4, 10). “Deus prova assim o seu amor para conosco: Cristo morreu por nós quando ainda éramos pecadores” (Rm 5, 8)’ (CIC.§604 ).

Estejamos nesse dia, e por toda a nossa vida, aos pés da Cruz de Cristo, com Maria, na mesma posição daqueles que amam profundamente o seu Senhor. Olhemos para Cruz, adoremos o Senhor! Manifestemos nossa gratidão e arrependimento profundo pelos nossos pecados que são o grande motivo de tanto sofrimento no Calvário (cf. CIC §598).

 

 


Leia mais sobre Especial