O Dom de ser mãe

alt   

Durante o mês de maio, mês das mães, o Portal da RCCBRASIL está apresentando alguns testemunhos e reflexões elaborados pelo Ministério para as Famílias da Renovação Carismática Católica do Brasil que falam sobre maternidade, os desafios e a beleza desse dom concedido por Deus.

O segundo texto tem como título "O dom de ser mãe". Confira abaixo:

 

    Eu era uma jovem que não acreditava que tinha esse dom, comecei a namorar meu esposo aos 19 anos e não tivemos um namoro santo. Aos 24 anos, dia 19 de maio de 1997, nasceu meu primogênito Berguison Filho (hoje com 20 anos de idade). Então eu dizia que teria só um filho para dar tudo a ele, embora meu esposo quisesse ter muitos filhos, mas eu dizia "um filho só e ponto".

    Fazia uso do anticoncepcional injetável semestral, atrasei um dia na data de tomar e fiquei grávida novamente, no dia 06 de novembro de 2001 nasceu Brayan ( atualmente com 16 anos de idade). Chamei a gravidez de um descuido, não conseguia ver o dom de Deus na minha vida, não via meus filhos como um presente dele.

    Em março de 2002, eu e meu esposo tivemos um encontro pessoal com Jesus no Grupo de Oração e, com isso, eu me abri a esse dom em minha vida. Conheci a intercessão de Nossa Senhora que ajudou muito na minha maternidade. Naquele mesmo ano nos casamos.

    Em 06 de outubro de 2004 nasceu Beatriz Maria (hoje com 14 anos de idade), nossa primeira menina. Tive uma experiência sobrenatural com Maria e Jesus durante o parto, nesse momento, já conseguia ver o dom de ser mãe em mim.  Em novembro de 2004 mudamos para nossa casa própria, agora com 3 filhos e sem minha mãe por perto para me ajudar, mas o Senhor me ajudou, me sustentou e Nossa Senhora intercedeu por mim.

    Quando achei que Deus já tinha me dado os filhos que Ele queria, mais uma vez fui surpreendida com um presente dele e, no dia 15 de abril de 2006, nasceu Geovana ( atualmente com 12 anos de idade), confesso que tive medo, mas Deus me sustentou novamente e nunca faltou nada em nossa família! Estamos criando todos na fé católica, somos praticantes e como família não faltamos à Santa Missa, somos unidos e nos amamos muito, tudo por causa do poder da oração.

    Se nós mulheres abrirmos nosso coração a Deus, Ele transforma nosso medo em dom, em graça e nos capacita para exercer essa maravilhosa dádiva de Deus: que é ser mãe. Mulheres de fé, não desistam da maternidade, rezem com poder e sintam a graça de Deus!

"Eu e minha casa serviremos ao Senhor"

 

Berguison Mugarte Firmo e Antonia Regina Lemes Pereira Mugarte

Grupo de Oração Fogo do Céu- Campo Grande (MS)

Coordenadores Estaduais do Ministério para as Famílias

 

Confira mais testemunhos sobre maternidade:

- ARTIGO 1  “Dá-me filhos, senão eu morro” (Gen 30,1)

 


Leia mais sobre Especial