A esperança renova a vida

alt

É inevitável, quando estamos na proximidade de um novo ano, ficamos repletos de expectativas pelo novo que esta por vir, fazemos planos, projetos, porque vemos a oportunidade de recomeço, um novo ponto de partida que motiva e renova as forças para engajar-se em busca do que não foi possível realizar.

Tudo isso é muito bom, mas é necessário compreender que o amor de Deus precede a nossa esperança. Essa compreensão nos faz confiantes nos planos de Deus para nossa vida. “Bem conheço os desígnios que mantenho para convosco – oráculo do Senhor –, desígnios de prosperidade e não de calamidade, de vos garantir um futuro e uma esperança.”(Jeremias 29,11). Deus não falha em Seu amor generoso e providente por nós os Seus filhos, Ele age para abençoar nossa vida.

A esperança está ligada a fé, e podemos ver claramente na Bíblia um dos episódios da espera do cumprimento da promessa de Deus, onde de acordo com a narração do Evangelho de São Lucas, para se cumprir o preceito da Lei do Senhor, Maria e José levam o Menino ao templo. Nessa ocasião havia no templo de Jerusalém um homem justo, o seu nome é Simeão. Deus lhe havia revelado que, antes de morrer, ele veria o Cristo, o Salvador. Conduzido pelo Espírito Santo, Simeão chega ao templo e encontra José e Maria com seu filho. Então, Simeão pega o Menino Jesus no colo e agradece a Deus, dizendo:

“Agora, Senhor, deixai o vosso servo ir em paz, segundo a vossa palavra. Porque os meus olhos viram a vossa salvação que preparastes diante de todos os povos, como luz para iluminar as nações, e para a glória de vosso povo de Israel”. (Lucas2,29-32).

Assim como Simeão realizou sua esperança, também nós podemos esperar em Deus, sem desanimar e nem desistir até que as promessas se cumpram. Por meio de Jesus, temos acesso ao manancial da graça, as vitórias. A esperança produz paciência, força para enfrentar os problemas e fortalece a nossa fé, pois “a esperança não engana. Porque o amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.” (Romanos 5,5).

A esperança se renova em nossa vida, quando de coração sincero desejamos viver os desígnios de Deus. Portanto, a espera precisa se manter sóbria e tranquila, para se colocar confiante no Senhor, independente do tempo e das circunstâncias. Preparemos, pois o coração a cada instante para vivermos as promessas de Deus, que transforma a nossa esperança em alegria. Deixemos, pois, que Deus nos ame, para que sejamos, de fato, transformados, pois Ele continua amorosamente cuidando de nós.

 

Josirene França da Silva

Grupo de Oração Quem Como Deus


Leia mais sobre Artigos