A espera que não decepciona

alt

Dizem que o melhor da festa é esperar por ela. Pensamos nos preparativos, nas pessoas que vamos encontrar. São muitas as expectativas. Vivendo bem a espera, nos preparando da melhor forma para a festa, aumentamos as chances de aproveitá-la, não é mesmo? Com o mês de novembro chegando, sentimos o “cheirinho de festa no ar”. Qual? A celebração de Todos os Santos! Pensou em outra coisa? Ah... Uma celebração maravilhosa! Rememoramos aqueles que fazem parte da Igreja Triunfante; aqueles que já estão juntinhos do Pai rezando por nós. São muitos os santos a quem podemos recorrer por sua intercessão e exemplo. Você já começa a pensar em alguns, né? Se somos católicos, não deveríamos dar o valor devido a essa celebração litúrgica e nos prepararmos da forma devida para bem vivê-la?

As vésperas das festas de nossa Igreja são cheias de esperança, beleza e alegria. Pensemos, por exemplo, na solene vigília pascal e na vigília de pentecostes. Nosso coração não fica na alegria da espera? Somos convidados, também, a vivermos bem as vésperas da celebração de Todos os Santos, já que somos chamados à santidade: “Renovai sem cessar o sentimento da vossa alma, e revesti-vos do homem novo, criado à imagem de Deus em verdadeira justiça e santidade” (Ef 4, 23-24). Nossa esperança em alcançarmos o Céu se renova.

Tem uma turma grande aqui no Brasil que vem promovendo um evento bem legal que veio de fora do país: o Holywins. Significa “a santidade vence”. Tem momentos com desfile das pessoas vestidas de santos de sua predileção, oportunidade de confissão, celebração eucarística, shows de evangelização e muita alegria!

Na celebração de Todos os Santos refletimos, também, sobre as bem-aventuranças. Aliás, sabemos quantas e quais são as bem-aventuranças citadas no evangelho segundo São Mateus? Sabemos? E, se sabemos, vivemos TODAS? Ichi... Vinde, Espírito Santo, em nosso auxílio! Viram, só? Precisamos nos preparar melhor, às vésperas, a fim de já vivermos um pouquinho aqui na terra a Jerusalém Celeste.

Nossa Senhora é aquela que vai à frente... Toma-nos, Mãezinha, pelas mãos! Conduza-nos a viver uma véspera de Todos os Santos, de forma que inclinemo-nos à santidade e à alegria de servirmos a Deus. Alegremo-nos, pois todos somos chamados à santidade. Paz e bem.

Iacy Batista Garcia
GPP Maranatha – Arquidiocese de São Paulo

 


Leia mais sobre Artigos