A Imaculada Conceição de Nossa Senhora

alt

O Papa Pio IX declarou, em 08 de dezembro de 1854, como Dogma de Fé, a doutrina que ensina que a Virgem Maria fora concebida sem a mácula do pecado original. A Bula Papal  “Ineffabilis Deus diz: “Nós declaramos, decretamos e definimos que a doutrina segundo a qual, por uma graça e um especial privilégio de Deus Todo poderoso e em virtude dos méritos de Jesus Cristo, salvador do gênero humano, a bem aventurada Virgem Maria foi preservada de toda a mancha do pecado original no primeiro instante de sua conceição, foi revelada por Deus e deve, por conseguinte, ser crida firmemente e constantemente por todos os fiéis”.

Antes mesmo dessa definição, em 1830, Santa Catarina Labouré, uma freira da França, que em oração teve a visão da Virgem Maria com o globo terrestre sob seus pés, saindo feixes de luz de suas mãos estendidas para a Terra e, na moldura oval que se formara ao redor da Virgem, a seguinte inscrição em letras douradas: “Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós, que recorremos a vós”. Nessa experiência mística, a freira  recebeu a ordem de cunhar uma medalha tal como a visão, ficando conhecida como: “Medalha Milagrosa”.

Se esse fato inspirou o Papa a declarar esse dogma, outro veio confirmá-lo: as aparições da Virgem Maria em Lourdes, em 25 de março de 1858, quando a própria Virgem Maria afirma ser a Imaculada Conceição.

Sobre a Imaculada Conceição de Maria o Cardeal Suenens afirma: “A santidade do Filho é causa de santificação antecipada da Mãe, como o sol ilumina o céu antes de ele mesmo aparecer no horizonte”.

O dogma da Imaculada Conceição explica a realidade do pecado original, não podendo a Virgem Maria ter a mácula do pecado para não dá-la como herança ao seu Filho, que sendo Divino, por meio dela assumiu também a natureza humana. Foi preciso que Deus preparasse uma nova Eva, visto que a primeira deixou-se seduzir pelo pecado. A antiga mulher passou, veio a nova mulher para ser a mãe da nova criação, trazendo em seu ventre virginal o Salvador, Aquele que venceu o pecado.

Que a Virgem Maria, a nova Mulher, interceda por nós pecadores desta Terra.

 

Maria Ivone Ferreira Ranieri

Grupo de Oração Nossa Senhora da Paz

Presidente do Conselho Estadual da RCC do Paraná

 

 

 


Leia mais sobre Especial