Santos Arcanjos: intercessão poderosa ao povo de Deus

alt

"Pois não é contra homens de carne e sangue que temos de lutar, mas contra os principados e potestades, contra os príncipes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal (espalhadas) nos ares" (Ef, 6,12).

 

Todos os dias temos combates a travar. Algumas vezes sentimo-nos fortes e conseguimos ir adiante, mesmos feridos. Em outros momentos, parece que nos falta a força e antes de qualquer ação, desistimos. Nessa hora, devemos voltar nosso olhar para os anjos e por que não, para os arcanjos.

Esses seres criados por Deus para estarem em sua glória e realizando “mandatos” em nome dEle, ajudam-nos e combatem por nós. O Catecismo ensina que “a Igreja venera os anjos, que ajudam na sua peregrinação terrestre e protegem todo o gênero humano” (§ 352).

Os arcanjos são considerados intercessores poderosos do povo de Deus. Costumam aconselhar-nos, além de levar nossas preces ao Senhor e trazer as mensagens divinas. Nesse sentido, não devemos deixar de recorrer a eles quando nos encontrarmos em situações desafiadoras.

Os mais conhecidos arcanjos são: Gabriel, Miguel e Rafael. Cada qual com uma missão específica, segundo tradição antiga da Igreja (CIC 332). Arcanjo Gabriel anunciou à virgem Maria que ela seria a mãe do Salvador. Ele traz a mensagem que chegou o tempo favorável, a plenitude dos tempos, chegou o tempo de Deus salvar seu povo. Quantas vezes em nossa história precisamos desse anúncio? Necessitamos ouvir que a plenitude do tempo chegou para nós, que Deus ouviu nossas preces, que Deus, no tempo favorável, vem visitar o seu povo. Que São Gabriel nos anuncie as maravilhas que Deus nos reserva!

São Miguel, “Quem como Deus?”, guia as milícias celestes. Expulsou, a mando de Deus, o inimigo do céu. Ele, em meio às batalhas e insídias do inimigo, desembainha a sua espada e guia os anjos na batalha. Em nossa luta, muitas vezes desiguais, em meio ao cansaço e ao desânimo que pode tomar conta de nosso espírito, ele nos inspira e nos lembra: QUEM COMO DEUS? O que pode ser maior que Deus? São Paulo nos diz isso na carta aos Romanos: “o que pode nos separar do amor de Deus” (Rm 8,35). Será que os desafios e contrariedades de nossa realidade pode nos separar do amor de Deus? Que São Miguel nos lembre e inspire a olhar para o poder de Deus!

São Rafael, medicina de Deus ou Deus cura. A ação de Deus que nos chega em momentos pontuais. Olhando para nossa época, vemos uma série de problemas psíquicos e emocionais, que vão corroendo o sentido da vida de muitas pessoas. Temos como consequência disso a depressão como uma das mais graves doenças e que cresce cada vez mais em nosso meio. Com o auxílio de São Rafael, possa o Senhor nos visitar e curar nossas enfermidades!

Se nada vem dando certo na vida, e em nossa casa só há confusão, não estamos rezando, não estamos fazendo de nossa vida uma oração. A intimidade com os anjos está intimamente ligada a essa vida de oração. Eles são seres espirituais, como falado acima, trazem as mensagens de Deus a nós. Por essa causa, só iremos saber se rezarmos. A oração é a chave dessa relação e convivência.

Contar com a ajuda dos santos arcanjos parece ser mais uma daquelas muitas graças que Deus nos oferece para dar continuidade a nossa vida espiritual e com ela fortificada, seguir em frente, santificando a vida humana. Na homilia do dia 29 de setembro de 2007, o então papa João Paulo II, disse:

 

"Os três nomes dos arcanjos terminam com a palavra "El", que significa "Deus". Deus está inscrito nos seus nomes, na sua natureza. A sua verdadeira natureza é a existência em vista d'Ele e para Ele. Eles trazem Deus aos homens, abrem o céu e assim abrem a terra, continua".

 

Acreditar nos anjos é um ato de fé (cf. CIC 328). A fé, conforme está posto na carta aos Hebreus, “é o fundamento da esperança, é uma certeza a respeito do que não se vê” (Hb 11, 1). Acreditar no auxílio desses seres invisíveis é se deixar levar pela ação de Deus. Ser inspirado em nossas dúvidas, mas sempre livres a tomar a decisão que acharmos ser a melhor. Somos chamados a ter uma relação de intimidade com esses seres celestiais, perfeitos e imortais (Cf. CIC 330). Essa relação nos leva a uma relação com o próprio Deus.

O segredo é compreender que não somos nós que lutamos contra os espíritos malignos e nem forças temos para isso. São os anjos que lutam por nós, sustentamos com nossas orações.

Isto é, nessa luta espiritual, contamos com ajuda. Os santos anjos de Deus estão sempre nos auxiliando, combatendo por nós e conosco contra as ciladas do inimigo. Salutar é pedir sempre o auxílio e proteção. Na festa dos santos arcanjos, possamos invocá-los para que nos ajude a sermos fiéis ao chamado que temos de levar fogo, fogo de norte a sul, leste a oeste. Também, contar com sua inspiração para que em nossa caminhada não cansemos de viver e testemunhar a nova vida recebida pela experiência da efusão do Espírito Santo.

Concluo com a passagem de Êxodo 23, 20-22: “Vou enviar um anjo adiante de ti para te proteger no caminho e para te conduzir ao lugar que te preparei. Está de sobreaviso em sua presença, e ouve o que ele te diz. Não lhe resistas, pois ele não te perdoaria tua falta, porque meu nome está nele. Mas, se lhe obedeceres pontualmente, se fizeres tudo o que eu te disser, serei o inimigo dos teus inimigos, e o adversário dos teus adversários”.

 

 

Reynaldo Nunes

Servo Grupo de Oração Apóstolos da Efusão – RCC

Paróquia São Vicente de Paulo (PA)


Leia mais sobre Especial