Olhemos para o testemunho de Santa Cecília

alt

Hoje, dia 22 de novembro, celebramos a padroeira de todos os músicos, Santa Cecília, uma jovem de família nobre, a qual utilizava a música para manifestar os seus louvores e gratidões a Deus.

Não temos registros de muitas informações sobre sua vida, mas, as que nos são apresentadas através de sua história, nos revelam que, muito jovem, Cecília entregou sua vida a Deus fazendo votos de castidade. Porém, como costume da época, foi prometida em casamento ao, também nobre, jovem Valeriano. No dia de seu casamento todos estavam felizes menos Cecília, por conta de sua condição de entrega total a Deus. Ela estava determinada a fazer a vontade de Deus e contou toda a sua verdade ao noivo, que se maravilhou com os relatos de Cecília e decidiu respeitá-la em sua decisão. Mais do que isso, ele se converteu ao Cristianismo e ao relatar o fato ao seu irmão Tibúrcio este também, impressionado com o testemunho de Cecília, se converte.

Existem relatos de que neste dia Cecília, vendo as maravilhas que Deus estava realizando, agradecida cantou a ELE: “Senhor, guardai sem manchas o meu corpo e minha alma, para que não seja confundida”. Através deste canto muitos corações foram profundamente tocados.

Outro fato importante é que Cecília foi perseguida e entregue à morte pelas mãos do então prefeito de Roma na época, Turcius Almachius, que tentou de algumas formas, frustradas, interromper a vida da jovem Cecília, que só se findou de fato quando ela sentiu que já havia cumprido sua missão. E mesmo diante de tantas tribulações, Cecília sempre manifestava sua gratidão, amor e fé a Deus cantando a Ele seus louvores, por isso recebe o título de “Patrona” dos músicos. Assim, podemos concluir que Santa Cecília pregou com sua própria vida, cantando sua vivência profunda com Deus!

Que neste dia 22 de novembro, em nossa Mobilização Nacional de Oração pelo Ministério de Música e Artes olhando para o testemunho de Santa Cecília, todos os músicos e artistas que servem a Deus, através de sua arte, busquem viver, sob a luz da Palavra de Deus o seu ministério, cantando e louvando a Ele nos momentos de alegria, mas, sobretudo, nos momentos de dificuldades e perseguição, assumindo que em todas as situações devemos reconhecer a presença do Senhor e cantar com a nossa vida um canto novo, sem jamais desistir de fazer a Sua Vontade e assim conquistar o Céu.

 

"Persigo o alvo, rumo ao prêmio celeste, ao qual Deus nos chama, em Jesus Cristo. Nós, mais aperfeiçoados que somos, ponhamos nisto o nosso afeto; e se tendes outro sentir, sobre isto Deus vos há de esclarecer. Contudo, seja qual for o grau a que chegamos, o que importa é prosseguir decididamente. Irmãos, sede meus imitadores, e olhai atentamente para os que vivem segundo o exemplo que nós vos damos. Porque há muitos por aí, de quem repetidas vezes vos tenho falado e agora o digo chorando, que se portam como inimigos da cruz de Cristo, cujo destino é a perdição, cujo deus é o ventre, para quem a própria ignomínia é causa de envaidecimento, e só têm prazer no que é terreno. Nós, porém, somos cidadãos dos céus. É de lá que ansiosamente esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo".  (Filipenses 3, 14-20)

 

Santa Cecília, rogai por nós!

 

Marici Cabral

Grupo de Oração São Pedro Apostolo - Chapadão do Sul/MS

Assessora Nacional da Comunicação do Ministério de Música e Artes


Leia mais sobre Especial