Carta aos artistas do Brasil: “O louvor a Deus aos moldes de Maria”

altA paz de Jesus, meus irmãos!

E Maria disse:

"Minha alma glorifica ao Senhor, meu espírito exulta de alegria em Deus, meu salvador" Lc 1,46-47.

Nesse mês vamos dar continuidade na reflexão a respeito do louvor que faz parte da nossa identidade. Nós somos os agentes do “louvor”, aqueles que conduzem o povo ao “louvor”. Por isso que devemos ser excelentes como ministros do “louvor”. Assim se torna exigente ter uma vida de “louvor”! Maria, nossa mãe, nos ensina em seu cântico os passos de um belo e verdadeiro “louvor”.

Temos tantos motivos para louvar o Senhor, nesses próximos meses vamos mergulhar em alguns deles, como por exemplo: Por aquilo que Ele ,Deus, É, por aquilo que Ele fez (gratidão), O louvaremos proclamando o Seu Senhorio em nossas vidas e o louvor por amor.

Louvor por aquilo que Deus É

Maria diz que Deus é Senhor e Salvador, nos aponta esse caminho de louvor, nos fazendo entender que devemos reconhecer tudo aquilo que Ele É. É lógico que não sabemos tudo a respeito de Deus, até o homem mais sábio desse mundo, jamais poderia definir Deus. Mas, Ele se manifesta ao seu povo desde Adão até os dias de hoje. Quanto mais o procuramos mais o encontramos, (Is 55,6) quanto mais estamos com Ele em oração, leitura da palavra, na Igreja, na Eucaristia, mais Ele se deixa conhecer, e mais saberemos quem Ele É.

Moisés, assim que se encontrou com Deus pela primeira vez no monte Horeb, foi surpreendido por aquele extraordinário espetáculo, ouviu sua voz que saía da sarça. Deus até fez uma espécie de apresentação dizendo: “Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó" (Ex 3,6). Logo depois disse a Moisés que ouviu o clamor do povo, e aí discorreu todo seu sentimento … até que Moisés faz-lhe uma pergunta simples mas fundamental: Quando eu for para junto dos Israelitas e lhes disser que o Deus de seus pais me enviou a eles, que lhes responderei se me perguntarem qual o seunome?

É meio obvia a pergunta de Moisés, porque só aquele sinal extraordinário não podia definir quem era Deus para ele. Simplesmente porque Eles acabaram de se conhecer. Mas, a partir dali, Moisés e o Senhor passaram a se relacionar constantemente. Era comum Moisés deixar o povo por alguns dias e se demorar no monte, para somente ficar com Deus. No capítulo 33, vemos Moisés se encontrando com o Senhor na tenda de reunião, e a palavra diz que Eles se entretinham, se falavam como um homem fala com seu amigo. Logo em seguida, Moisés pede para ver a face de Deus… e quando lemos na bíblia sobre a sua morte é interessante perceber quando ficou clara essa intimidade: Não se levantou mais em Israel profeta comparável a Moisés, com quem o Senhor conversava face a face. (Deut. 34,10)

É como se perguntassem para Moisés antes dele Morrer: e agora Moisés, passados 40 anos do dia que você se encontrou com Deus no monte Horeb, o que você diria aqui no monte Nebo, ao cimo do Fasga, quem é Deus pra você? Certamente Ele responderia, Deus é meuamigo.

Podemos falar dos adjetivos e da infinidade de qualidades de Deus, podemos e devemos louvar a Deus por que Ele é Uno e trino, Amor, Criador, Santo, Misericordioso, Bom, Justo, Compassivo,Salvador…

Mas, e pra você, quem é Deus? Se coloque no lugar de Moisés, e faça essa pergunta a vocês mesmo. Se me perguntarem quem é Deus, o que responderei? Quando eu for para alguma evangelização, e me deparar com alguém que não conhece ou não acredita em Deus, e te perguntar, mas quem é Deus? Será que adianta você dizer que Deus é o Deus Onisciente, Onipresente e Onipotente? É preciso dizer o que Deus é pra você.

Maria quando diz no louvor que Deus é Senhor e Salvador, é porque ela testemunha isso.  Maria diz respondendo ao anúncio do anjo: "Eis aqui a serva do SENHOR, faça-se em mim segundo a tua palavra" (Lc 1,38) Nesse momento Maria declara que Deus é o seu Senhor, isso quer dizer, deixa toda a sua vida nas mãos de Deus, e quer viver como Escrava do Senhor. Por isso que há verdade no louvor de Maria, quando chama Deus deSenhor.

Permitam-me fazer uma pergunta a vocês: Deus é teu Senhor?

Maria diz que Deus é seu Salvador. Como vimos na carta de Janeiro, Deus salvou Maria do pecado, porque a poupou, como uma vacina preventiva, que nos protege de uma doença. Maria, prova na alma a salvação de Deus, porque não provou o pecado. Ela pode testemunhar nesse louvor que Deus é verdadeiramente seu Salvador.

"E Maria disse: Minha alma glorifica ao Senhor meu espírito exulta de alegria em Deus meu salvador". O louvor de Maria está na alma e no espírito. Não e da boca pra fora, Deus É SENHOR de Maria, Deus É O SALVADOR de Maria. Não somente disseram pra ela quem era Deus, mas ela dá testemunho de quem É Deus. Não basta, por exemplo, dizer que Deus é  amor,precisotertodoesseamoremminhavida,enãomendigaramordeninguém,enão sofrer por falta de amor, pois Deus É AMOR em mim. E como diz o Apostolo Paulo: “Nada vai nos separar desse Amor.”

Enfim irmãos, louvemos a Deus por aquilo que Ele É, e demos passos para que Ele seja TUDO em nossas vidas.

Nota

Irmãos, nosso Congresso Nacional se aproxima, estamos na contagem regressiva. O Congresso Nacional é uma convocação para todo o povo carismático à celebração da vida do nosso movimento. Nesse ano pré jubilar, queremos nos unir em clamor ao Espírito que nos encha com sua força e graça, rumo aos 50 anos de Renovação Carismática Católica. Irmãos, pedimos a todos que se mobilizem, que se esforcem para estarem presentes em Aparecida de 7 a 10 de Julho. Há um novo de Deus para nós neste congresso. Não percamos essabenção!

Deus nos abençoe!

 

Juninho Cassimiro

Coordenador Nacional do Ministério de Música e Artes

Renovação Carismática Católica do Brasil - RCCBRASIL


Leia mais sobre Formação