Humildade, pastoreio e obediência são trabalhados no terceiro dia do evento

alt

As características do coordenador, de maneira geral, foi o assunto da manhã do penúltimo dia do II Encontro Nacional para Coordenadores Diocesanos, que acontece desde sábado (28) até amanhã (01), em Aparecida (SP).

Na pregação “Pilares de sustentação da autoridade espiritual”, Vinícius Simões, presidente do Conselho Estadual da RCC do Rio de Janeiro, explicou o significado de autoridade, que não se assemelha com o cargo ocupado, mas, foi dada por Deus pelo sacramento do Batismo e pela graça de estado, graça esta que o Senhor distribui para aqueles que Ele mesmo escolhe para algum período especial, por exemplo, para um período de coordenação de diocese.

altVinícius partilhou com os presentes alguns pontos necessários para sustentar essa autoridade conferida pelo próprio Senhor: intimidade com Deus, retidão, arrependimento, obediência e a mais importante, segundo o pregador, o amor. “Não é pela força que exercemos a coordenação. Exercemos nossa autoridade no poder do amor”, destacou. Finalizando, uma Adoração ao Santíssimo Sacramento levou os participantes a renovar o primeiro amor. 

alt

A presidente do Conselho Nacional da RCCBRASIL, Katia Roldi Zavaris, fez a segunda pregação do dia, quando meditou o quanto é honroso servir o Senhor. A pregação teve como tema “Quanta vida eu tiver, eu lhe darei”. Assim, ela destacou a importância do cuidado de pastor e as características para pastorear bem as dioceses que Deus confiou a cada um dos participantes e, principalmente, viver o que Deus espera desse tempo de coordenação: “Tudo deve ser feito na oração e deve ser confirmado por Deus. A Renovação Carismática Católica é aquela que vive sob a ação do Espírito Santo e tem vida Nele”. 

 

Humildade x Soberba

Após o almoço, os participantes do Encontro Nacional vivenciaram um momento de oração, clamando que o Espírito Santo recrie e eduque suas almas. O Espírito é quem guia e corrige aquilo que precisa ser melhorado para fortalecer toda a missão nas dioceses.

Em seguida, Leandro Rabello, diretor da Escola Nacional de Formação, conduziu uma pregação com o tema: “Cingi-vos todos de humildade, pois Deus resiste aos soberbos” (1Pd 5.5b). Ele contextualizou sua fala pela Exortação Apostólica do Papa Francisco sobre quais características Deus não quer de nós: mediocridade, superficialidade e indecisão. Mas, ao contrário, quer que sejamos pessoas incríveis, profundas e decididas.

Leandro explicou que a humildade é um senso profundo de insignificância que vai contra a soberba que é se considerar acima dos outros, tratando-os com desprezo. Sendo assim, é de extrema importância lembrar sempre o ‘nada’ que se é.

altPor meio de várias dinâmicas, o pregador explicou que Deus resiste aos soberbos, mas dá a graça a quem se curva, se abaixa e aprende a ser humilde verdadeiramente, não apenas em palavras, mas com atitudes concretas. “A humildade não é importante apenas para o nosso progresso espiritual e pessoal, mas necessária para o nosso progresso em comunidade”, completou.

Após esse momento, os participantes do evento foram orientados a fazer um tempo de deserto e escrever uma carta pessoal para Jesus.

Uma última pregação ainda aconteceu na tarde dessa segunda-feira. Maria Ivone Ranieri, presidente do Conselho Estadual da RCC no Estado do Paraná, aprofundou sobre a profecia recebida por Patti Gallagher Mansfield no Jubileu de Ouro da RCC no mundo, em Roma, em 2017. Ela levou os presentes a refletirem sobre cada trecho e sobre o que o Senhor quer para esse tempo.

“Precisamos erguer os olhos e verdadeiramente olhar para o céu. Temos um campo de trigo pronto para a colheita e nós não precisamos temer, pois mesmo que escureça, o Senhor nos fala que teremos a lua para nos alumiar. Quem é obediente é porque escutou a voz de Deus e para isso precisamos ter intimidade com Ele. O tempo é agora! Não poderemos fazer depois o que o Senhor nos pede nesse tempo de coordenação”, alertou.alt

A pregadora ainda frisou a importância da obediência e docilidade que o Senhor tem pedido tanto, relembrando a profecia proclamada por Patti Gallagher Mansfield: Se formos obedientes ao Espírito Santo nós veremos grandes coisas, ainda maiores das que já temos visto em nossas vidas. “É uma escolha de vida, exige decisão! Só estamos aqui por um tempo. O nosso lugar é o céu”, finalizou.

 


Leia mais sobre Eventos nacionais