Omar e Patti levam participantes à busca pela santidade

alt

Com mais de 5 mil participantes reunidos no Santuário Mãe de Deus, em Santo Amaro (SP), o Encontro Nacional de Jovens está em seu segundo dia. No início da manhã, Omar Guzman, coordenador da Secretaria Latino-americana de Jovens, desafia a juventude carismática a surfar o “Tsunami do Espírito”. Com o tema “Jovens com o Coração de Fogo”, ele compara o comportamento da juventude a uma pessoa que entra no mar para pegar uma onda.

“Em uma destas profecias veio uma grande onda do Espírito Santo, contudo, isso é só uma onda, não é um tsunami. É só o começo. Essas ondas pequenas são somente para nos entreter”, observa. Para ele existem três grupos de jovens, relacionando-os a uma pessoa que vai conhecer o mar, disse que:

“O primeiro grupo experimenta a água, pega sua prancha, entra no mar, pega a onda, surfa-a; o segundo, entra no mar, pega a prancha, mas nas pequenas ondas, desiste porque não quer remar e, o terceiro, são aqueles que se impressionam com ele, mas nem o experimentam”, conta. Ele explica que, o primeiro são os jovens que falam de Cristo sem medo, tem um foco muito claro e, o segundo, não sobe na onda porque é egoísta e não quer se aventurar a fazer algo novo.

Para Omar, o novo Pentecostes é organização de vida. “Sua vida está organizada?”, pergunta. “Agora chegou o momento da verdade, chegou a hora do tsunami. Nem todos aqui estão preparados e hoje, o Senhor quer libertá-los. Se você se encontra em meio a uma tormenta, deve primeiro ficar de pé e louvar a Deus o tempo que for necessário, até que a tempestade acabe e, quando cessar, adore a Deus e permaneça com Ele”, ensina. “Agora, tome a sua prancha [sua vida] e diga a seu coração que você é filho de Deus e surfe nesse tsunami do Espírito”, conclui.

 

alt

O exemplo de Santa Teresinha na busca pela santidade

Patti Gallagher Mansfield aos jovens do Brasil inteiro, em sua segunda pregação aos jovens, ressalta o quão poderosa é a ação do Espírito Santo em nossas vidas quando O pedimos com fé. “E por isso reforço: mesmo que não decorem a oração do Veni Creator Spiritus (“Vem, Espírito Criador”), lembrem de sempre pedir “Vem, Espírito Santo!”. Ela convida Jayme Kethleen Meyer, sua irmã caçula, para testemunhar sobre a perseverança na busca pelo ES. Jayme se preparava para receber o sacramento da Crisma quando Patti contou sobre sua experiência no retiro de Duquesne.

“Foi no dia da minha crisma, ao subir no altar, que pedi ‘Jesus, torne-se real para mim. Me ajude a amá-Lo, a servi-Lo’ [oração feita por Patti no retiro de Duquesne], e vi o Senhor vindo até mim. Mas, foi num Grupo de Oração que finalmente foi batizada. “Quando oraram por mim, recebi o fogo [do Espírito] e, Jesus, começou a me usar, a me encorajar, a ser ousada na fé!”. Jayme cita a passagem de Atos dos Apóstolos, capítulo 1, sobre a vinda do ES, para dizer que foi, a partir desta experiência, que ela se considerou uma verdadeira testemunha de Jesus. “Vê-los me dá uma grande esperança para a Igreja. Continuem a dizer sim. Jesus está vivo!”, finaliza.

Ao retomar a pregação, Patti fala da relação de Santa Teresinha e o Batismo no Espírito Santo. A pioneira conta que foi num domingo de Pentecostes que dois acontecimentos marcaram a vida da santa: a cura física e espiritual, pela intercessão de Nossa Senhora, que sorriu para ela, e também o pedido ao pai para que aos 15 anos se tornasse uma jovem carmelita. Ela ressalta ainda algo fundamental para caminhada de santidade: “Se queremos ser santos, precisamos amar Jesus crucificado; e se queremos amar Jesus, temos que amá-Lo também nas tribulações”.

Patti finaliza lembrando a todos que o testemunho de Santa Teresinha, que morreu ainda jovem, tem poder em nossos dias. “Jovens, vocês vão carregar o BES para a próxima geração!”. E citando a Carta de São Paulo aos Romanos, capítulo 5, versículo 5, diz que esta passagem é uma de suas definições favoritas sobre o Batismo no Espírito Santo.

Participação de jovens de outros países

Logo após a pregação de Omar, Daniela Almeida, coordenadora nacional do MJ do Brasil, apresentou uma caravana de jovens estrangeiros. Entre eles: Santiago Aguillera, coordenador nacional do MJ do Paraguai, juntamente com outros nove jovens paraguaios, além do americano Manoel Dias, membro da equipe nacional dos jovens dos EUA e Canadá e da Secretaria Latino-americana de jovens. Ela apresentou ainda Jayme Kethleen Meyer, irmã mais nova de Patti.

 


Leia mais sobre Eventos nacionais