Presidência do Concclat partilha sobre a missão da Corrente de Graça

alt

Encerrou nesta quinta-feira (22) o Retiro Latino-americano de sacerdotes da Renovação Carismática Católica, promovido pelo Conselho Católico Carismático Latino-americano (CONCCLAT). O evento aconteceu no Centro de Eventos Pe. Vitor Coelho Almeida, no Santuário Nacional de Aparecida (Aparecida-SP). Foram mais de 300 sacerdotes latinos que participaram de momentos de oração, pregações e Missas entre outras atividades da programação. O evento estava acontecendo desde a última segunda-feira (19).

altA quinta-feira começou com muito louvor, adoração e oração das laudes e uma pregação de Andrés Arango (colombiano, presidente do CONCCLAT) e Katia Roldi Zavaris (brasileira, presidente do Conselho Nacional da RCCBRASIL e vice-presidente do CONCCLAT).

Nessa pregação, Katia e Andres abordaram o tema “Uma corrente de Graça na Igreja”, onde falaram sobre as necessidades atuais do Movimento, o que a Igreja espera dele e sobre o novo organismo, o Serviço Internacional para a Renovação Carismática Católica (Charis).

Andres falou, principalmente sobre a importância dos religiosos e padres na RCC. O pregador pontuou, a partir do pedido do Papa Francisco à RCC, três importantes fatores que fazem parte da missão do Movimento e devem ser bem trabalhados na América Latina e em todo o mundo:

Compartilhar com todos a experiência do Batismo no Espírito Santo

“Irmãos sacerdotes, tens uma posição privilegiada para levar a toda Igreja a experiência do Batismo no Espírito (...). Que catequistas, ministros da Eucaristia, líderes de diferentes movimentos e pastorais também tenham essa experiência! Não significa que todos precisam ser do Movimento, mas que todos tenham a experiência, utilizem os dons e carismas em seus grupos, pastorais e ministérios”.

Unidade

“Somos chamados a viver a reconciliação. Vocês sacerdotes são chamados a serem instrumentos de reconciliação. Podemos ajudar nossas paróquias e dioceses para que vivam a completa unidade. O papa está nos chamando à unidade entre a renovação e unidade entre os cristãos”.

Serviço aos pobres

“Uma das críticas à RCC é que somos muito ‘espirituais: oramos muito e fazemos bonitas orações, mas que não nos comprometemos com o serviço aos pobres e necessitados (...). Como Renovação, somos chamados a levar a experiência do batismo aos mais necessitados, para que tenham um encontro com Jesus, mas, mais que isso, iremos encontrar Jesus através deles”.

Já a presidente do Conselho Nacional da RCCBRASIL, Katia Roldi Zavaris, agradeceu a presença dos sacerdotes, saudou-os e disse da alegria em receber este evento no mês em que a RCC celebra 50 anos no Brasil. “Para nós é uma graça muito grande ter esse evento no calendário da RCCBRASIL, justamente nesse período de Festa”.

A Santa Missa de encerramento do evento ocorreu na Basílica de Nossa Senhora Aparecida. Nela, as centenas de sacerdotes, carismáticos e romeiros de Aparecida celebraram a Festa de Nossa Senhora Rainha. Tendo Dom José Luís Azcona, bispo emérito da prelazia do Marajó (PA), como celebrante, o bispo falou da importância de ter Maria como exemplo, a necessidade do profetismo e conservar a alegria do Evangelho. “Estamos na casa da mãe para efetivar essa condição de sacerdote mariano. Para termos um coração materno, como o de Maria, precisamos do Espírito Santo”. O bispo ainda destacou sobre a necessidade de pessoas que anunciam a verdade do Evangelho:  “Como precisamos de profetas na América Latina e no mundo, que falem em nome de Deus (...). Que profetizem com serena audácia porque não receberam um espírito de covardia, mas de fortaleza e de amor”.

Na cerimônia de encerramento, os sacerdotes assistiram ao vídeo final do evento, confira:

 

 


Leia mais sobre Retiro Latino-americano de Sacerdotes