Momento Ecumênico, Adoração e Santa Missa encerram tarde do Cenáculo

alt

Sob um grande sol e intenso calor, a programação continuou no Cenáculo de Ouro da RCC no último domingo, 15 de setembro, em Barueri, no estado de São Paulo. As atividades após o almoço foram seguidas de um momento de louvor e animação conduzido por Pe. Alberto Gambarini (reitor do Santuário Nossa Senhora dos Prazeres e Divina Misericórdia, em Itapecerica da Serra).

Também o Ministério Universidades Renovadas fez uma apresentação e, com todos os carismáticos do estado, viveram um grande momento de festa pelos 25 anos de atividade do MUR.  

 

Unidade dos Cristãos

Um outro grande ponto da programação do evento foi o momento ecumênico, que contou com a participação de membros do Encontro de Cristãos na Busca de Unidade e Santidade (Encristus), entre eles Pe. Douglas Pinheiro Lima (Diocese de Osasco) e o Pastor Efigênio Pereira Santos (Igreja Evangélica da Videira, em Cotia).

O Pastor Efigênio iniciou sua fala contando que ele era um forte perseguidor da Igreja Católica. Ele testemunhou brevemente que, em uma determinada ocasião, subiu ao monte para oração. Lá, teve uma forte experiência, quando foi levado à passagem bíblica do Evangelho de João, capítulo 17, que narra a oração de Jesus pouco antes de ser preso e crucificado: Não rogo somente por eles, mas também por aqueles que por sua palavra hão de crer em mim. Para que todos sejam um, assim como tu, Pai, estás em mim e eu em ti, para que também eles estejam em nós e o mundo creia que tu me enviaste. Dei-lhes a glória que me deste, para que sejam um, como nós somos um: eu neles e tu em mim, para que sejam perfeitos na unidade e o mundo reconheça que me enviaste e os amaste, como amaste a mim” (Jo17, 20-23).

No monte, o pastor sentiu o próprio Senhor falando ao seu coração:

Como você se sentiria se maltratassem a sua esposa? É assim que você tem feito com a minha esposa, a Igreja Católica.

Ao orar no Cenáculo, o pastor proclamou um novo tempo profético para os cristãos e declarou como quebrada toda e qualquer divisão que possa ocorrer entre os irmãos. Nesse momento, opresidente do Conselho Estadual da RCC São Paulo, Marcelo Marangon, destacou a importância da unidade, deu as boas vindas ao Pastor e falou sobre a importância do ecumenismo espiritual e da força dos cristãos brasileiros para tornar o país mais justo e santo: “Muitas coisas ainda não são possíveis fazer juntos, mas há coisas que podemos. A primeira é orar juntos por uma sociedade mais justa e pela vida humana”.

altA programação do evento foi seguida de adoração ao Santíssimo Sacramento e encerrada com a Celebração da Santa Missa, presidida por Dom Edmilson Caetano, bispo da Diocese de Guarulhos.

Para Isabel Ferreira Gomes, do Grupo de Oração Nova Jerusalém, da Diocese de Piracicaba o evento foi uma experiência ‘sensacional’: “Eu já participei de diversos Cenáculos em minha vida. O evento está sendo sensacional. Ter de novo esse Cenáculo é uma grande graça para toda a RCC. Está sendo uma ótima experiência para todos nós esse momento tão especial”.

Já a jovem Jaqueline Silva, do Grupo de Oração Nossa Senhora das Graças, da Diocese de Marília, esteve pela primeira nesse tipo de evento, pois ela está há pouco mais de um ano participando das atividades carismáticas. Ela também partilhou que o evento foi uma grande experiência: “O evento está sendo uma bênção! Eu estou muito feliz de ter essa oportunidade. O mais impressionante é que muitas pessoas disseram que não iria encher o estádio, mas, o que aconteceu foi totalmente o contrário. A graça e providência de Deus tomou esse lugar de católicos, e o mais legal ainda, de carismáticos!”.

 


Leia mais sobre Eventos Estaduais