Missa encerra as atividades do Encontro Nacional de Formação 2020

alt

A Missa de encerramento do Encontro Nacional de Formação (ENF) 2020 aconteceu na manhã deste domingo (26/01). A celebração foi presidida por Dom Derek Byrne, Bispo da Diocese de Primavera do Leste (MT). Após quatro dias de formação e oração, o prelado irlandês fala sobre conversão e chamado de Deus ao meditar o Evangelho de São Mateus. 

Deu início a homilia dizendo que neste domingo, a liturgia apresenta-nos o início do ministério público de Jesus, um momento especial que temos muito a aprender e apresentou três pontos-chaves para a reflexão: 

 

A questão da luz

Primeiramente, Dom Derek diz que Deus criou o homem e a mulher para viver na luz. Na primeira leitura, o profeta Isaías fala que o povo estava andando nas trevas e viu uma grande luz, uma luz resplandeceu. Depois, contou a história de um acidente de dois jovens, que morreram após dirigir em grande velocidade e que o avô de um deles o disse: ‘Estou muito triste, mas Deus quis assim’. O bispo completa em seguida: “Não podemos colocar a culpa em Deus quando nós somos responsáveis”. Deus não quer o mal para nós, quer que reajamos às situações ruins e com a graça d’Ele vamos superando as nossas dificuldades. 

“Nós sabemos que Jesus é verdadeira luz, é preciso ter olhos fixos n’Ele. Mas, nossa missão de discípulos missionários também é ser a luz para os irmãos e reconhecer que eles também são a luz para nós. Reconhecer que temos muito a aprender na caminhada, ter a humildade”, acrescenta.

 

A conversão

Começa o segundo ponto falando que Jesus inicia sua missão dizendo “Convertei-vos e crede no Evangelho”. Com isso, comenta o momento da eleição do Papa Francisco ao pontificado em que ele abaixou a cabeça e pediu a oração do povo. “Nós precisamos das orações uns dos outros.”

Disse ainda que a conversão não é só uma vez, não vai ser completa em nenhum de nós e que precisamos prestar atenção a este fato. “O Espírito do batismo vem nos ajudar, mas temos que estar abertos a Ele. E Ele se manifestará em qualquer pessoa, não só um padre ou um líder. O Santo Padre não olha para as pessoas pensando somente como posso ajudar, mas como posso aprender. Assim, cresce nossa conversão.”


O chamada

O convite feito aos primeiros discípulos ilustra o terceiro ponto. Aqui, Dom Derek fala que todos estamos aqui porque, fomos chamados e não sabemos ainda o que Deus nos reserva. Testemunha sobre o seu chamado ao sacerdócio que foi aos 16 anos, contando que não sabia o que seria dali pra frente e que sempre foram uma surpresa os planos de Deus. “Nunca se esqueça que Ele é Deus de surpresas, não se esqueça que a qualquer momento Ele pode pedir algo diferente”, completa.

Dessa forma, encerra a homilia afirmando que, “Deus nunca pede algo que não conseguimos fazer. O chamado é Deus, a luz é de Cristo e nós temos que trabalhar pelos outros e também receber dos outros”.

Ao fim da celebração e do ENF 2020, Vinicius Simões agradeceu o carinho de pastor de Dom Derek e o presenteou. Agradeceu também aos sacerdotes, diáconos permanentes que nos acompanham em nossas dioceses, às senhoras religiosas, aos seminaristas que estiveram conosco durante esses dias. Em nome do Conselho Nacional agradeceu à Banda Arcanjos da diocese de Osasco que animou o evento. Aos voluntários e funcionários do escritório nacional que trabalharam para que o encontro acontecesse. Agradeceu ao Monsenhor Jonas Abib e toda a família Canção Nova pelo acolhimento. Por fim, às delegações estrangeiras e aos músicos presentes, à Comissão Nacional e à todos os participantes. 

“Muito obrigado Senhor, muito obrigado! Seja bendito o vosso nome agora e para sempre! A Ti toda a honra e louvor! Aleluia!”, finaliza o presidente do Conselho Nacional da RCCBRASIL.

 

alt

 


Leia mais sobre ENF 2020