Workshop do Ministério de Comunicação Social

alt

O workshop do Ministério de Comunicação Social (MCS) teve como foco os desafios do servo comunicador neste tempo jubilar. Também foram abordadas a Mensagem do 53º Dia Mundial das Comunicações e a comunicação nos 50 anos da RCCBRASIL.

Após o Santo Terço, a oração da manhã teve como moção “Dai-nos um coração misericordioso” (Lc 6, 36), orientada por José Luis de Castro Freitas, Coordenador do MCS no estado do Espírito Santo. Ele conduziu o povo a reconhecer tudo o que o Senhor fez em suas vidas e a experimentar a misericórdia de Deus, despojando-se para se encharcar com a graça do céu.

A primeira formação teve como tema “Bendito aquele que vem em nome do Senhor: a graça e o desafio do servo comunicador neste tempo”. Foi ministrada por Jersey Simon, coordenador nacional do MCS. O coordenador falou sobre a importância da maturidade no exercício do ministério. “Esse jubileu é tempo de maturidade, tempo de servos maduros para o coração de Jesus. Nos faz refletir se estou sendo um servo maduro para bem servir ou tenho sido alguém puramente automático no fazer das coisas”, ressaltou.

Jersey falou também sobre a missão do comunicador nos próximos anos. “Os pioneiros nos conduziram até aqui, mas agora eu sou chamado a dar continuidade neste fogo do Espírito Santo nos próximos anos. A pessoa madura é aquela que está pronta. Estas são algumas características dos servos maduros: humildade, acolhedores e dão testemunho”, disse.

A segunda formação teve como tema “Unidade e eficácia na evangelização: como otimizar o uso da marca, selos e imagens em artes gráficas” e foi ministrada por Priscila Venecian, membro do Departamento de Comunicação da RCCBRASIL. Ela falou sobre a técnica e o nosso chamado a servir. “A técnica por si não comunica, porque somos chamados a ser comunicadores dentro de um corpo, nosso Grupo de Oração. Todos os que se aproximam do Corpo de Cristo tem seu lugar para servir e assim somos chamados a observar qual a realidade das pessoas para entender a estratégia de comunicação”, afirmou.

À tarde, após a animação e oração, a terceira formação, ministrada por Bruno Maffi, membro da RCC-PR, teve como foco a Mensagem do Papa Francisco para o 53º Dia Mundial das Comunicações: “Somos membros uns dos outros (Ef 4,25). Das comunidades às comunidades”. Ele falou sobre a comunicação no Grupo de Oração. “A comunicação precisa ser um termômetro do Grupo de Oração. É preciso criar uma forma de comunicador o amor. O comunicador é um provocador do amor”, ressaltou.

Por fim, Giancarlo Souza, membro do núcleo nacional do MCS, ministrou uma pregação/testemunho com o tema “Comunicadores apóstolos do Batismo no Espírito Santo”. Ele falou sobre a necessidade de clamar o Espírito Santo diariamente. “Nós necessitamos ser batizados todos os dias. O comunicador precisa clamar o Espírito Santo como fonte em sua vida, tudo depende do Espírito Santo. Não tem como ser apóstolo se não for batizado”, afirmou. O pregador concluiu dizendo que haverá muitas tribulações, mas o Senhor já reservou a vitória.


Leia mais sobre ENF 2019