“Servo” é destaque na segunda formação do workshop geral

alt

A segunda formação do workshop “Retornando ao primeiro amor”, realizado na tarde de quinta-feira (25) com todos os participantes do Encontro Nacional de Formação da Renovação Carismática Católica (ENF) teve como destaque o servo de Grupo de Oração e foi ministrada por Vicente Gomes, coordenador da Comissão de Formação da RCCBRASIL, no Centro de Evangelização Dom João Hipólito de Moraes, em Cachoeira Paulista (SP).

O coordenador iniciou questionando sobre as duas obras que o Espírito Santo realiza na comunidade. “Pentecostes é um dom de unidade. O Espírito Santo realiza essas duas obras: unidade na diversidade. No seu Grupo de Oração acontece um verdadeiro batismo no Espírito Santo? Você já foi batizado? Quais os sinais de Pentecostes que estão acontecendo na sua vida?”, questionou.

Logo após, o formador falou sobre os frutos do Pentecostes para os servos. “Pentecostes tem que gerar, antes de tudo, mudança de vida. O que o Espírito Santo está fazendo no seu coração para que você saia daqui uma pessoa nova? Como as pessoas te veem depois que você volta de um Grupo de Oração? O servo é uma testemunha de Jesus Cristo vivo e ressuscitado”, explicou.

Vicente falou também sobre a unidade do Corpo de Cristo e a obediência ao Senhor. Com base no texto de 1 Coríntios 12, em que São Paulo explica que é o mesmo Espírito quem age na comunidade, formando um só corpo, o formador ressaltou que a RCC é uma parcela do corpo de Cristo, da Igreja e dentro do Movimento há vários membros: os Ministérios. Enfatizou que somos servos porque servimos a Jesus Cristo. “Como você está servindo ao Senhor Jesus? Um servo é aquele que é obediente ao seu Mestre”, disse.

O coordenador da Comissão de Formação enfatizou sobre a importância do coordenador de Grupo de Oração como servo obediente à vontade de Deus. “No nosso Grupo de Oração não deve haver distinção. O coordenador do Grupo é o protagonista, mas quem o conduz é o Espírito Santo. Ministério é uma instância de serviço e todos são servos. Nenhum Ministério teria finalidade/função se não tivesse o Grupo de Oração”, afirmou.

Usando o exemplo de Nossa Senhora como serva com base na passagem das Bodas de Caná (Jo 2, 1-12), Vicente falou do tempo para servir a Deus e da missão do servo em levar as talhas para Jesus. “O serviço para Deus não tem tempo. Maria saiu às pressas para servir sua prima Isabel, mas ficou três meses lá. Um servo não pode carregar a talha sozinho, você leva junto com seu irmão. Quem opera o milagre? Jesus! Mas, quem enche a talha sou eu”, concluiu.

Por fim, o coordenador, fazendo uma analogia entre um Grupo de Oração e o Conselho Nacional, chamou a presidente da RCCBRASIL, Katia Roldi Zavaris, e o Conselho Nacional, explicando que todos devem estar unidos, formando o Corpo de Cristo e buscando sempre a unidade. Concluiu dizendo que se todos se unirem para levar as talhas a Jesus, o milagre vai acontecer no Grupo de Oração.


Leia mais sobre Eventos nacionais