Direcionamentos para o Ministério de Oração por Cura e Libertação - MOCL

 

Relembre os direcionamentos para o Ministério de Oração por Cura e Libertação partilhados no Encontro Nacional de Formação deste ano (ENF2017):

 

__________________________________________________________________________________

 

 

altPrimeiro direcionamento:

O Grupo de Oração é o lugar onde o povo experimenta o amor de Deus e nele deve iniciar o processo de cura e libertação na vida dos participantes.

Alega-se falta de oportunidade nos Grupos de Oração para o exercício do Ministério de Oração por Cura e Libertação. A oportunidade vem do Senhor, pois é Ele quem cura.

Então, os ministros de oração por cura devem ir para diante do Senhor e cortar todas as dificuldades e obstáculos pelo poder do nome de Jesus, e curas e milagres voltarão a acontecer em nossos Grupos de Oração.

A missão é nossa!

Que todas as barreiras e todos os obstáculos caiam por terra e nossos Grupos de Oração comecem a ter milagres, prodígios e grandes sinais.

 

Segundo direcionamento:

O clamor por libertação continuará no dia 10 de cada mês, mas é necessário que os ministros estaduais do MOCL procurem o Coordenador Estadual da RCC e assumam com ele o dia da mobilização de oração do seu Estado. Unamo-nos, também, na intercessão pelas necessidades do Brasil.

É importante aderirmos ao clamor por libertação, mas em primeiro lugar nós precisamos também aderir à mobilização nacional de intercessão.

 

Terceiro direcionamento:

O resgate das vigílias.

Nós temos a obrigação de resgatar as vigílias para a Renovação Carismática Católica do Brasil.

Nosso povo já não vigia mais diante do Senhor. Nosso povo já não passa a noite diante do Senhor. O MOCL é convocado a recomeçar as vigílias.

Caracteriza-se vigília a partir da permanência por, no mínimo, três horas diante do Senhor.

O nosso desafio é recomeçar as vigílias nas nossas paróquias, nas nossas cidades, nas nossas dioceses e o nosso povo vagarosamente virá rezar conosco.

Não importem se comparecerem apenas três pessoas na vigília, pois onde dois ou três estiverem reunidos em nome do Senhor, Ele estará no meio de nós.

 

Quarto direcionamento:

Resgate do jejum.

A partir de nós, precisamos resgatar o jejum na Renovação Carismática Católica. Não é ficar criticando os irmãos por não jejuarem, jejua por ele para que Deus lhe dê a força do Alto. Hoje um dos maiores desafios no campo espiritual é o jejum.

Como se faz esse jejum?

Você tira uma refeição toda sexta-feira e, quem puder, também na quarta-feira.

 

Quinto direcionamento:

A volta da adoração diária. Nós precisamos adorar o Senhor!

Se você não pode ir à capela todos os dias, lá da sua casa você vira para a direção de uma capela com a Santíssima Eucaristia e adora o Senhor.

Nós precisamos levantar no Brasil uma nação adoradora.

 

Sexto direcionamento:

O retorno de todos os ministros de oração por cura e libertação para seu Grupo de Oração, sem atraso e com no mínimo uma hora e meia de oração.

Ministros do MOCL, que não estão participando de um Grupo de Oração, estão convocados a voltar a participar, semanalmente, do Grupo de Oração.

Nós temos obrigação de participar da nossa vida fraterna no Grupo de Oração semanalmente.

É tentação do mal deixarmos o Grupo de Oração pelo serviço, pela reunião do Ministério. O Ministério não existe se eu não estiver inserido no Grupo de Oração.

 

Sétimo direcionamento:

Precisamos resgatar nossa pertença a Renovação Carismática Católica. Nós somos RCC que temos dentro do Movimento o Ministério de Oração por Cura e Libertação.

Unamo-nos ao nosso Movimento para que toda Igreja receba o batismo no Espírito Santo.

É importante rever a nossa pertença, voltemos à unidade, ao amor, à obediência! Às vezes ficamos tão espirituais e já não obedecemos a estrutura de governo da Renovação Carismática Católica.

Quem obedece não peca!

 

Oitavo direcionamento:

Cuidado com a sua família!

Não tem como cuidar dos de fora sem cuidar primeiro dos de dentro de casa. Não podemos atribuir a Deus as nossas responsabilidades familiares.

Não é porque se está no serviço ao reino, que Deus deve cuidar das responsabilidades e obrigações atribuídas a nós.

 

Nono direcionamento:

O nosso revestimento para o combate espiritual é diário e contínuo.

 

Décimo direcionamento:

Não se esquecer da oração de auto cura interior!

É um processo. Vamos cuidar dos irmãos, mas também vamos cuidar de nós.

Busquemos sempre a revelação do Alto!

 

Décimo primeiro direcionamento:

Deus quer curar e libertar seu povo, e nós somos seus instrumentos para que a cura flua em nossos Grupos de Oração.

A obrigação é nossa!

Atendimento é direcionado para atender o povo que iniciou o processo de cura no Grupo de Oração. A partir daí, damos continuidade nos atendimentos semanais.

 

 

Marizete Martins Nunes do Nascimento

Coordenadora Nacional do MOCL


Leia mais sobre Ministérios