“... e, sendo exteriormente reconhecido como homem, humilhou-se ainda mais, tornando-se obediente, até a morte, e morte de Cruz” (Fl 2,8)

alt

Leia a carta 13/2019 à Renovação Carismática Católica do Brasil, escrita pela presidente do Conselho Nacional da RCCBRASIL, Katia Roldi Zavaris. Bimestralmente, as cartas da presidente apresentam partilhas e direcionamentos espirituais para o trabalho de evangelização realizado pelo Movimento. É muito importante que você compartilhe este documento com seus irmãos de Grupo de Oração e diocese.

-------------------------------

CARTA AOS CARISMÁTICOS DO BRASIL

“... e, sendo exteriormente reconhecido como homem, humilhou-se ainda mais, tornando-se obediente, até a morte, e morte de Cruz” (Fl 2,8)

 

Doc. 02/2019

Vitória/ES, 15 de abril de 2019.

Amada Família Carismática,

Graça e Paz! Estamos na Semana Santa!

Tempo de recordarmos e vivenciarmos com profundidade o grande mistério de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, que se entrega inteiramente à vontade de Deus, aceitando e acolhendo o sofrimento e a morte tão humilhante.

Nesta semana recordamos também o mistério do amor incondicional do Pai por cada um de nós, que, esse ano, nos pede que vivamos, de forma especial, a “comunhão fraterna”. Quero pedir a todos vocês, mais uma vez, que nos empenhemos em viver o amor e o perdão.

“Cada qual tenha em vista não os seus próprios interesses, e sim os dos outros. Dedicai-vos mutuamente a estima que se deve em Cristo Jesus” (Fl 2, 4-5).

Deus entregou Seu filho para morrer no nosso lugar e Seu próprio filho entregou-se livremente por amor e obediência ao Pai que O precisava entregar, tamanho o amor por cada um de nós. Essa é a história de amor mais impressionante que é possível se contar!

São Tomás de Aquino nos ensina que Deus é amor em ato. Sim, Deus é amor em ação, amor concreto e verdadeiro que jamais desiste da nossa salvação e libertação. Portanto, não podemos desistir uns dos outros. Não podemos desistir de nos amarmos e perdoarmos. Ainda que existam dificuldades e defeitos no objeto do nosso amor. Amar assim é exigente, mas em Jesus, tudo é possível! Contemplar a Cruz de Cristo significa exercitar o amor que Ele próprio teve por nós.

“... completai a minha alegria, permanecendo unidos. Tende um mesmo amor, uma só alma e os mesmos pensamentos” (Fl 2, 2).

Sejamos, pois, obedientes ao que o Senhor nos pede nessa palavra. Ser obediente é fazer, em tudo, assim como Jesus, a vontade do Pai. Cristo é o princípio da obediência. Portanto, uma pessoa que está cheia de Cristo é uma pessoa cheia de obediência. Ele veio para nos mostrar a nobreza e a benção da obediência. Com a Sua morte na Cruz, Jesus estava nos dizendo: Em nada a minha vontade; custe o que custar, em tudo, a vontade do Pai.

“Pois desci do céu não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou” (Jo 6, 38).

Quando somos obedientes a Deus, a Sua misericórdia e a Sua justiça sempre se manifestam em nossa vida e em nossa missão. Ele esvaziou-se da Sua divindade de tal maneira que abriu mão por completo de Sua glória para assumir a forma de escravo e ser obediente. “... porque o Pai é maior do que Eu” (Jo 14, 28c). Exatamente isso o Senhor nos pediu na profecia proferida por Patti Mansfield, em Pentecostes de 2017, em Roma, por ocasião do Jubileu de Ouro da RCC no mundo:

“... E se vocês me obedecerem, se obedecerem a inspiração do Meu Espírito, vocês ainda verão infinitamente mais do que possam pedir ou imaginar [...] mas Eu preciso da vossa obediência, da vossa docilidade, preciso da vossa fé”.

Esses dias constituem um tempo precioso de graça e de conversão. É preciso vivê-los com muito respeito e amor, conduzidos pelo Espírito Santo, mergulhados no mistério da nossa redenção. É tempo de amar e adorar a Jesus, pois Ele, o mestre do amor, subiu o calvário, e vencendo a morte, ressuscitou para a vida eterna.

Que Deus nos abençoe e que Nossa Senhora da Paixão, Mãe de Deus e nossa, interceda por cada um de nós!

 

Abraços fraternos,

Katia Roldi Zavaris

Presidente do Conselho Nacional da RCCBRASIL

no ano do Jubileu de Ouro da RCC no Brasil.


Leia mais sobre Carta aos carismáticos