“Lavados pelo Sangue Precioso do Cordeiro”

 alt

“Desperta, desperta, põe teus adornos, Sião, veste teus trajes de gala, Jerusalém, cidade santa, porque não verás penetrar em tua casa nem incircuncisos nem impuros! Sacode a poeira que te cobre, levanta-te, Jerusalém, e reina, desvencilha-te das cadeias que te prendem ao pescoço, filha cativa de Sião. Porque eis o que diz o Senhor: vós fostes vendidos gratuitamente e sereis resgatados sem pagamento” (Is 52, 1-3).

 

Caríssimos irmãos e irmãs, graça e paz da parte de Nosso Senhor Jesus Cristo!

Este trecho da Profecia de Isaías nos remete ao Mistério da Redenção, isto é, à maravilhosa Obra de resgate, de reconciliação com Deus, de salvação que Jesus realizou em nosso favor.

Portanto, em Cristo e por Ele somos convidados a despertar da morte espiritual gerada pelo pecado, que escraviza; somos convocados a mudar nossas vestes espirituais – já não somos mais maltrapilhos sequestrados por Satanás, mas filhos de Deus, lavados pelo Sangue Precioso do Cordeiro, pelo que devemos revestir-nos de roupas de festa –; somos provocados a nos levantar para uma vida nova e a nos desvencilharmos daquilo que nos prende às trevas, à obscuridade. O preço do nosso resgate foi o Sangue Precioso de Jesus (cf. I Cor 6,20; 7, 23; I Pd 1,18), pelo que não temos mais qualquer “dívida” para com o maligno, tendo sido o documento que pesava contra nós totalmente cancelado e encravado no madeiro da cruz (cf. Col 2, 13-14).

Neste sentido, é sempre importante reafirmar que esta salvação dada por Jesus não foi apenas para os homens e mulheres daquela época em que Ele viveu no mundo, mas para toda a humanidade, de todos os tempos. Ela alcança, pois, a minha a tua vida e é plenamente eficaz. Pelos méritos de Cristo fomos adotados irrevogavelmente como filhos preciosos de Deus! Portanto, alegremo-nos e exultemos no Senhor pelo grande dom da Salvação. 

Por isso mesmo, cheia da alegria da salvação, em breve, a Mãe Igreja, em sua Liturgia, proclamará novamente com eloquência que Jesus Cristo é o Rei do Universo, Rei de toda a Igreja, Rei de cada um de nós, porque resgatou o Seu povo e o reintroduziu no Reino de Deus, que é eterno e feliz. Trata-se da Solenidade de Jesus Cristo, Rei do Universo, com a qual se encerra o Ano Litúrgico. Logo após, entraremos no período do Advento, um tempo de expectativa feliz e esperançosa, pois Aquele que nos visitou assumindo a natureza humana exceto no pecado, Aquele que é Deus-Conosco e sempre Fiel nascerá novamente em nossos corações daqui a poucos dias, Aquele que nos convida a uma vida nova Nele está chegando. É hora, portanto, de despertarmos e nos levantarmos em Deus e para Deus, é hora de nos comportarmos como pessoas verdadeiramente resgatadas, é hora de nos revestirmos das vestes da salvação.

Que nossa Mãe Maria, Aquela que sempre nos aponta o Salvador do Mundo, rogue por nós, para que verdadeiramente vivamos como homens e mulheres salvos, que aguardam pressurosamente a segunda vinda do Rei Jesus.

 

Veni Sancte Spiritus!

 

 

Vinícius Rodrigues Simões

Presidente do Conselho Nacional da RCCBRASIL

GO Jesus Senhor

 

 

Você também pode ouvir a Carta aos Carismáticos. Dê play agora mesmo!

 


Leia mais sobre Carta aos carismáticos