“Desperta, tu que dormes! Levanta-te dentre os mortos e Cristo te iluminará!”(Ef. 5, 14b)

alt

“Desperta, tu que dormes! Levanta-te dentre os mortos e Cristo te iluminará!”(Ef. 5, 14b)

 

Caríssimos irmãos e irmãs, graça e paz da parte de Nosso Senhor Jesus Cristo! Um feliz e abençoado Ano-Novo!

Esta é a Palavra Norteadora que o Senhor deu à RCC para este ano da graça de 2023. Extraída do Capítulo 5 da Carta de São Paulo aos Efésios, São Paulo está nos exortando sobre a nossa nova condição: já não somos das trevas, mas somos filhos da luz. Portanto, produzamos os frutos da luz, não tenhamos mais sociedade com as obras das trevas, mas comportemo-nos como verdadeiras luzes.

Alguns verbos e expressões parecem-nos fundamentais para imergirmos nesta palavra norteadora: despertar significa acordar, sair do sono, sair do estado de torpor, da inércia; readquirir força, retomar atividade, ficar esperto! Levantar-se denota ficar de pé, colocar-se em ordem de marcha, inaugurar um novo dia, começar de novo.

Outra expressão que nos chama a atenção é a denúncia de que por vezes vivemos como verdadeiros mortos. São Paulo nos diz: “Levanta-te dentre os mortos!” É que há situações em nossa vida que são verdadeiras mortes espirituais. Verdadeiramente, Deus nos dá forças para nos levantarmos destas mortes. Com efeito, o Senhor nos convida a tomar posse da nossa condição de pessoas salvas, resgatadas por Ele e que, portanto, devem viver de uma maneira totalmente nova.

As Escrituras Sagradas nos mostram que Jesus está sempre a nos dizer “levanta-te!”: “Levanta-te, toma o teu leito e anda” (Mc 2, 11), “Levanta-te e vai, tua fé te salvou” (Lc 17,19), “Moço, eu te ordeno, levanta-te” (Lc 7, 14b), “Menina, levanta-te” (Lc 8, 54b). Em outras palavras Ele está nos dizendo: “Basta! Eu, o Senhor, ponho um ponto final nesta situação que te impede de caminhar. Eu, o Senhor, te coloco em movimento novamente, te faço voltar a sonhar e a enxergar do alto e não mais ao nível do chão.”

Ao nos deparar com esta ordem do Senhor – “levanta-te” – é necessário reconhecer que precisamos ser levantados pela graça de Deus e, ao mesmo tempo, tomarmos a iniciativa de nos levantar a partir do toque desta mesma graça. Trata-se, de um lado, de abrir-se à graça e, de outro, apropriar-se do reavivamento recebido. Precisamos reconhecer que a nossa fé precisa ser levantada, a nossa mente precisa ser levantada por Cristo e para Cristo, os nossos sentimentos, emoções, afetividade precisam ser levantados pela graça de Deus, o nosso chamado, a nossa vocação à santidade precisa ser levantada pela graça de Deus. Precisamos ainda ser levantados em nossa identidade cristã, pentecostal, carismática e, portanto, missionária.

Para isso, contamos com a Luz de Cristo, que dissipa todas as trevas em nossa vida, na medida em que permitimos que esta Luz incida sobre todas as áreas do nosso interior. Portanto, abramos nossos corações de par em par, deixando que o Senhor faça uma obra nova em nós.

Que Maria Santíssima, a Mãe de Pés Ligeiros, sempre desperta e atenta, interceda por nós e nos ajude a inaugurar um novo dia em Cristo.

 

Veni Sancte Spiritus!

 

 

Vinícius Rodrigues Simões

Presidente do Conselho Nacional da RCCBRASIL

G.O Jesus Senhor

 

 

Você também pode ouvir a Carta aos Carismáticos. Dê play agora mesmo!

 


Leia mais sobre Carta aos carismáticos