Testemunho de Uganda: Uma lição sobre o que é ser cristão

Dando sequência à nossa série de testemunhos dos brasileiros que estiveram em Uganda, na África, para participar do Encontro Mundial da Família Carismática e também de outras experiências no continente africano, apresentamos hoje a partilha do secretário geral do Conselho Nacional da RCCBRASIL, Onazir Conceição, que é da cidade de Curitiba/PR. Onazir narra como conhecer a fé e esperança de um povo tão sofrido contribuiu para reavivar sua própria fé e caminhada na Igreja. Leia:

alt“Alegra-me o coração ao testemunhar que tive a alegria de participar do primeiro Encontro Internacional da RCC na África, realizado nos dias 30/06 a 06/07/2014, em Uganda. Realmente, foi um encontro inesquecível por tudo o que aconteceu, desde a espiritualidade, o acolhimento, a cultura do povo, a fé, até todas as bênçãos que recebemos naquele lugar.

O evento aconteceu em Kampala, a capital de Uganda, e contou com a participação de mais de 2.500 pessoas oriundas de mais de 50 países. Quase todas do continente africano, sendo a maioria de língua Inglesa e também alguns de língua francesa.

O evento foi realizado pelo ICCRS e contou com vários pregadores de renome internacional, bem como a participação da presidente daquele organismo, Michelle Moran, e outros membros do conselho. Estavam lá também autoridades civis com destaque para o Presidente da República daquele país e autoridades eclesiásticas, como o Cardeal de Gana, Peter Turkson, entre outros.

Destaco a religiosidade do povo! Como é maravilhoso ver um sinal tão grande de esperança, vindo de um povo tão marcado por sofrimento, dor e pobreza, mas que não arreda pé de suas convicções cristãs católicas. Lá contatei com pessoas acolhedoras, pessoas que me deram verdadeira lição sobre o que é ser cristão. Estive com pessoas que viajaram a pé, 50, 100 e até 300 km, inclusive vindas de outros países. Sem transporte, sem dinheiro com pouca comida e roupa, mas estavam lá rezando, cantando, louvando a Deus e dando um verdadeiro show de fé.

Tive a oportunidade de apreciar e junto celebrar um evento de alto nível. Excelentes pregações, momentos de orações e louvor. A celebração de cada missa, então, uma verdadeira festa com componentes culturais daquele povo que sabe participar com fervor extraordinário, de cada Eucaristia.

Ao final do evento, todos os presentes puderam conhecer o Santuário dos "Mártires de Uganda", bem como conhecer a história daqueles 22 cristãos, que, no século XIX, deram a vida para não negar a fé. Uma história de 'cortar' o coração.

Impressionou-me constatar como é vigorosa a RCC naquele país. São milhares de Grupos de Oração e pessoas que vivem a verdadeira experiência do Batismo no Espírito Santo. Resumindo, minha estada na África serviu para eu me tornar mais cristão, mais carismático, amar mais o Senhor Jesus e sua Igreja”. 


Leia mais sobre RCC Mundo